Entrevista: Maria, simples mas com personalidade - Eufonia Brasileira - Onde a Música Nacional é Notícia

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Entrevista: Maria, simples mas com personalidade

Foto: Michelle Cadari

Ela ganhou destaque ao participar do projeto Poesia Acústica. Da primeira vez, cantou ao lado de Delacruz, Ducon, Luiz Lins, Diomedes, BK’ e Kayuá na música "Sobre Nós". Foi um sucesso, assim como a faixa seguinte, "Capricorniana", desta vez ao lado de Sant, Tiago Mac, Lord e Choice. Agora a jovem cantora, proveniente da favela da Cidade Alta, encara o mundo sozinha. O nome dela é simples, mas vem com muita personalidade: Maria.

"Eu sempre pensei em nomes originais, mas me peguei usando Maria. E desde o início, a ideia era ser somente Maria, justamente com a contradição de me destacar com um nome tão comum e em meio a tantas Marias que tem na história do mundo. É um nome com vários significados, de várias décadas e que viaja o mundo. Acho que nasci pra ser Maria(risos)", conta a artista.

Foto: Divulgação


Sua primeira faixa solo é "Toda Vez", calcada em batidas elétricas do funk. Mas a cantora não se limita ao estilo. Em suas músicas utiliza artimanhas do reggae, da MPB e do R&B. "Odeio ficar numa coisa só. Enjoo muito rápido", conta. "Minhas influências são muito ecléticas e intuitivas, mas eu curto muito o atual R&B. Porém, confesso que não é o que escuto com frequência", completa.

Após o lançamento de "Toda Vez", a cantora já lançou mais cinco faixas, que, juntas, formam um EP. A última foi "Eficaz", canção de aura romântica. As letras das músicas, todas escritas por Maria, sendo maioria ao lado de Anderson Nem, trazem sensualidade, particularidades mas, em suma, carregam valorização de autoestima.



"Minha instigação para ser cantora só surgiu quando eu já estava trabalhando com isso. A música quem me escolheu. Eu sempre fui apaixonada pela a arte e me descobrir nessa vertente foi uma potência. Música é expressão e conexão, podemos conversar ou falar com ou por qualquer pessoa. Me descobrir compositora também ajudou muito", diz. "Eu não sei se existem fórmulas para melhorarmos a autoestima. Talvez a gente aprenda mais com os erros. Na minha vida, eu sempre fui a feia da turma, de poucos amigos, bichinho do mato. Só passei a ser bonita pros outros quando comecei a me achar bonita. Minhas músicas falam sobre a minha vida pessoal, não costumo colocar muito as questões sobre o que elas falam, deixo livre as interpretações", completa.

Na era dos singles

Apesar das canções se complementarem e formarem um EP, todas as faixas foram divulgadas como singles nas plataformas digitais. Tal formato é o mais utilizado, em especial na música pop atual. "Lançamos com essa estratégia de singles para dar uma atenção individual a cada som", diz Maria. O futuro ainda é incerto, mas é fato que a carioca é boa de voz e já mostrou que sabe fazer pop de qualidade.

Sobre parcerias, a artista diz: "Provavelmente teremos, sim, mas só darei nomes quando já existirem datas". Perguntado quem escolheria se pudesse escolher qualquer pessoa do mundo, ela responde: "Provavelmente alguém que já morreu (risos)".



Na novela

Além de destaque na carreira musical, MARIA é uma das apostas da Rede Globo para a novela Amor de Mãe, que estreia no próximo dia 25, às 21h, horário nobre da emissora. A cantora formará par com o vilão da trama, interpretado por Irandhir Santos.

Além das telinhas, ainda não há novas decisões sobre o futuro musical da artista. "O resto eu não sei (risos). Muito cedo para qualquer coisa, pois já emendei em viagens, gravação do EP, Rock In Rio e agora gravação da novela... Mas já estamos trabalhando no próximo material. Quando existir algo concreto, com certeza falarei."

Confira o novo single da artista, "Eficaz":

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial