Novos Sons #08 - A constelação sonora da banda Cigana

Foto: Lucas Brum


Fomentado por três anos, "Todos Os Nós"(Sagitta Records), disco de estreia da banda paulista Cigana é uma constelação sonora que vai do brega de refrão pop até a melancolia introspectiva com leves anseios pela MPB. A banda é formada por Matheus Pinheiro, Victoria Groppo, Pedro Baptistella, Felipe Santos e Caique Redondano e foi fundada em 2014, na cidade de Limeira (SP).

O álbum vem depois de dois EPs, “Sinestesia” (2014) e “A Torre” (2015). A partir de 2016, o grupo contou com Cosmo Curiz para assinar a produção musical de "Todos Os Nós".

Esse álbum significa duas coisas em uma: um ponto final e um ponto inicial. Um ponto final porque, depois de 5 anos de banda, inúmeros shows, festivais, gravações, parcerias e experiências que mudaram nossas vidas, conseguimos reunir 8 músicas que mostram, pelo menos no agora, o que é a Cigana. Existem músicas do disco que estão numa versão 'demo' no nosso primeiro EP (2014), e músicas que terminamos só no início de 2019. Então, são oito canções que mesclam nosso passado e nosso presente pra passar o que é o nosso agora”, reflete Matheus Pinheiro.

Foto: Lucas Brum

“Além disso, é um ponto inicial, pois também sabemos que nossa carreira se inicia oficialmente agora. Sempre fomos ‘cobrados’ por um álbum, mas esperamos ter as músicas e as gravações certas pra colocar esse nosso ‘statement’ no mundão. Ficamos anos por aí tocando em tudo lugar, fazendo amizades incríveis e aprendendo muito. Queremos multiplicar tudo isso agora”, completa

O disco debute da banda conta com participações especiais de Diretriz em "Vermelho"; Josiele Araújo (Souela) e Caio Olímpio em "Lua em Escorpião"; Thiago Val (Laranja Oliva) em "Ensaio Nº2" e "Vermelho"; e uma composição em parceria de Victor Meira (Bratislava, Godasadog) na faixa "Catarina".

Confira: 

Postar um comentário

0 Comentários