Roberta Campos, cantora de obra doce e romântica, lança registro ao vivo - Eufonia Brasileira - Onde a Música Nacional é Notícia

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Roberta Campos, cantora de obra doce e romântica, lança registro ao vivo

Foto: Marcos Hermes

Cantora com trajetória iniciada em 2008, Roberta Campos, artista proveniente de Caetanópolis, Minas Gerais, lança após 10 anos de carreira seu primeiro registro ao vivo. Ela teve seu debute com "Para Aquelas Perguntas Tortas", disco lançado de maneira independente, que já mostrava uma veia roqueira, com marcas do folk, nas composições da musicista, que não nega suas influências no Clube da Esquina.

Os três discos seguintes mostraram para que Roberta veio. A cantora conseguiu fazer um catálogo de hits e ficou conhecida por ser dona de uma obra, no geral, doce e romântica. Os sucessos e conquistas alcançadas na estrada estão em "Todo Caminho é Sorte", lançado pela Deck.

“Juntei músicas que achei importantes, aquelas que eu tinha vontade de cantar e as que as pessoas queriam ouvir. Acho que elas representam bem esse tempo de carreira”, diz a artista.

Junto de músicas como “Abrigo”, “Aqui, Ali” e “Diário de Um Dia”, o registro ao vivo conta com duas canções inéditas: “Todo Dia” e “Dois Flamingos”, além de versão de "My Love", do Paul McCartney. 

No total, 18 canções, entre hits, faixas inéditas e releituras, compõem "Todo Caminho é Sorte". A banda base que gravou o registro no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, é formada por Fabio Pinc, Fabio Sá (baixos acústico e elétrico), João Erbetta (guitarra, violão e lap steel), Loco Sosa (bateria e percussão) e Patricia Ribeiro (violoncelo). A cantora Nô Stopa participou na canção "Sinal de Fumaça".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial