Novos Sons #3: a mistura baiana do Bayo

Foto: Douglas Mendes

Instigante por misturar ritmos como axé, samba-reggae e o rock, o Bayo é um emergente duo formado por Graco e Nina Campos. Os dois lançaram no ano passado o álbum de estreia do projeto, intitulado "Peixe", composto por sete faixas inéditas. 

A dupla é formada por integrantes já imersos na cena independente. Graco já colaborou com bandas como Inkoma (o grupo de estreia da também baiana Pitty), Scambo e Bailinho de Quinta. Como influências, o grupo cita nomes como Olodum, Caymmi, Bjork, Ramiro Musotto e Timbalada. 

A faixa-título do disco ganhou videoclipe recentemente, com direção assinada por Rafael Kent, da Spray Filmes. Kent utilizou da tecnologia de drones para exercitar o seu olhar gráfico, um flerte com a videoarte. A gravação aconteceu em Itapuã, na cidade de Salvador.

“O resultado mostra, sob um ponto de vista diferente, uma Bahia orgânica e muito brasileira. Acredito demais nessa pegada mais craft e por isso, quando possível, gosto de editar meus filmes”, destaca o diretor.

A letra de "Peixe" é fruto de parceria com Fábio Cascadura e fala da relação humana com a natureza, com o mar, com mistérios naturais e com o sagrado. “O que mais nos encanta é perceber como esse som chega ao corpo das pessoas. O jeito que elas cantam e sentem, cada um ao seu modo... Valorizamos a liberdade e a infinidade de interpretações que o “não explicar” oferece. A música, quando é lançada, já não é nossa. É de todos que a escutam e são tocados de alguma maneira por ela", concluem os artistas.

Confira o vídeo: 

Bayo - Peixe (official music video) from BAYO on Vimeo.

Comentários

Anúncio

Eufonia Podcast

Siga-nos no Facebook