Taís Alvarenga narra um carrossel de emoções em disco de estreia

Capa do disco "Coração Só"

Lembranças, saudades, sofrimentos e muitos amores permeiam o primeiro álbum de Taís Alvarenga, "Coração Só", lançado hoje, 09, pela Sony. Com produção refinada de Pupilo em parceria com a própria Taís, a poesia de classe da compositora e pianista passeia pelo carrossel de emoções do tracklist do disco. Dores, frustrações e alguns gostinhos bons do amor. Assim, Taís narra as relações amorosas.

“O tempo do amor não é o tempo do mundo. Vivemos esse paralelo cruel, onde o tempo do mundo não para para esperar que a dor tenha tempo de se acomodar. Num mundo de pressas, o que é profundo fica com estigma de drama. Ter que tirar um amor do peito é ter que arrancar um pedaço de si mesmo”, diz a artista. “O objetivo desse álbum é trazer à tona as sensações mais extremas e até comuns - já que são tão humanas - desse abismo que é viver o amor e a frustração de seu fim prematuro”, completa.

Antecedido pelos singles "Tudo", "Você Se Enganou" e "Esse Lugar", o registro atende as expectativas criadas pelas degustações. Muito piano (Taís só não toca o instrumento em "Tudo"), boas composições e um ótimo instrumental, cheio de elementos que pingam durantes as canções, entram na hora certa e casam diretamente com as letras. 


Comentários

Parceiro

Siga-nos no Facebook