Britadeira - Os Sons Da Favela leva a cultura periférica ao Sesc Pompeia

Foto: Fernando Schlaepfe

Britadeira - Os Sons Da Favela é o nome do projeto que leva os talentos musicais da cultura periférica mundial para grandes palcos. E o evento chega a São Paulo neste mês de abril, nos dias 20 e 21 de abril. Os shows serão na tradicional choperia do Sesc Pompeia.

O festival, que é uma co-criação assinada pelo Sesc, Diletto Produções e Um Nome Produção, destaca nomes de periferias da Africa e América Latina. No dia 20, as meninas do trio Abronca se apresentam na mesma noite que o cantor e multi-instrumentista haitiano Wesli. No dia seguinte, MC Carol abre os trabalhos, enquanto a angolana Titica encerra a noite.

"A ideia do Britadeira é evidenciar as estéticas culturais das periferias do Brasil e do mundo, trazendo à cena grandes agentes de transformação social por meio da música. Apresentaremos artistas de capitais latino-americanas e africanas. Nossa curadoria é um desdobramento do festival brasiliense Favela Sounds", explica Guilherme Tavares, um dos curadores e realizadores do projeto.

Os ingressos custam a partir de R$12,00, por noite, e serão comercializados a partir de 10 de abril.

Serviço

Britadeira - O Som Da Favela
20 de abril (sexta-feira) – ABRONCA e Wesli
21 de abril (sábado) – Titica e MC Carol
Local: SESC Pompeia (Rua Clélia, 93)

R$12 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$20 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$40 (inteira).
**Venda online a partir de 10 de abril, terça-feira, às 17h30.
**Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 11 de abril, quarta-feira, às 17h30.

Comentários

Parceiro

Siga-nos no Facebook