João Capdeville volta à cena com o samba "Poeta de Bar"

Foto: Carolina Vianna

De fora da cena musical desde o EP "Pausa", João Capdeville volta para uma nova fase em sua carreira. O cantor divulgou hoje, 19, o single "Poeta de Bar", música com produção de Patrick Laplan e a participação de Donatinho. A faixa é um lançamento da Sagitta Records.

Mesa de bar, cavaco e poesia. A música, um samba corriqueiro, é bem ilustrativa. “Poeta de Bar veio quando comprei um cavaquinho usado e estava tentando aprender sozinho. Fui tentando tirar algumas músicas, entre sambas e pagodes, me acostumando com o som, já que até então eu nunca tinha pegado em um desses. Vi quais acordes e regiões dele gostava mais e assim cheguei na harmonia da música. Logo após compus a melodia. A letra veio depois, curiosamente, quando estava com uns amigos num bar. Na mesa falávamos sobre a questão do chamado ‘dom’ da escrita e meu irmão mais velho me citou na conversa como um exemplo. Discordando quando me chamou de ‘poeta’, eu brinquei dizendo que se eu era, então seria um outro tipo, um ‘Poeta de Bar’. E a música se tornou uma forma de brincar comigo mesmo”, relembra João.

O single ainda teve mixagem de Edu Costa e masterização de Renato Alscher. Os arranjos de metais foram de Patrick Laplan e o próprio João Capdeville, enquanto a direção vocal é de Ledjane Motta. Participam da canção os músicos João Capdeville (voz e cavaquinho), Patrick Laplan (bateria e baixo), Donatinho (rhodes, clarinete e pocket piano), Widor Santiago (sax tenor), Henrique Band (sax barítono), Marlon Sette (trombone) e Altair Martins (trompete).

A música marca uma mudança considerável, em especial na estética, que é diferente das outras lançadas pelo artista. “Algum tempo se passou desde o ‘Pausa’ e, consequentemente, esse tempo me modificou como pessoa. Mudei um pouco de rotina, tive outras experiências e tive contato com mais sonoridades e culturas. Unindo isso ao que já existia dentro de mim, encontrei e adicionei novas formas para me expressar e isso fica mais evidente ao decorrer do disco”, conta João Capdeville.

Confira "Poeta de Bar":







Comentários

Parceiro

Siga-nos no Facebook