Apanhador Só lança terceiro álbum de estúdio; confira "Meio Que Tudo é Um"

Divulgação

Um dos grupos mais cultuados da cena nacional, o Apanhador Só, teve seu terceiro álbum de estúdio lançado nesta última sexta, 04. Intitulado "Meio Que Tudo é Um", o álbum conta com 15 faixas e foi produzido e mixado por Diego Polon. A arte de capa é de Daniel Eizirik, artista que também criou um caderno com 72 páginas que acompanha o álbum, em versão digital, CD e LP.

Feito por meio de financiamento coletivo, "Meio Que Tudo é Um" aposta mais nos violões do que nas guitarras. As letras são extremamente criativas e bem humoradas. O grupo, formado pelo embrião Alexandre Kumpinski (voz, violão e guitarra), Felipe Zancanaro (guitarra, bateria, sampler e percussão) e Fernão (baixo, teclados, lira e percussão) e que ganham o auxílio de Diego Poloni (guitarra e teclados) e Bruno Neves (bateria e percussão) nos shows, se isolou em um castelo, longe do caos, no Morro da Borússia, em Osório.

A versão em CD para o lançamento do Apanhador Só deve ser comercializado a partir do próximo dia 14, no site oficial da banda. O LP só sai em setembro, com o preço de R$90,00. A banda fará diversos shows para divulgar o álbum. Dias 16 e 17 de agosto na Casa de Cultura Laura Alvin, 19 e 20 no Theatro São Pedro, em Porto Alegre e chegam a São Paulo somente no dia 25, com show no Sesc Pinheiros.

Comentários

Siga-nos no Facebook