Entrevista: Jade Baraldo, o novo nome do pop brasileiro

Foto: Divulgação/Instagram

Um dos destaques do The Voice Brasil 2016, Jade Baraldo é o nome da vez. Alcançou o topo de 50 virais no Spotify Brasil e ficou lá por uma semana com o single "Brasa", que continua repercutindo e já tem clipe com mais de 500 mil acessos no YouTube .

"Brasa é um hino ao desejo”, explica jade, que tem apenas 18 anos. A catarinense é filha de músicos, sempre conviveu com o meio musical. Sua canção, cheia de personalidade, ousadia, rebeldia e sensualidade, inspirou a entrevista que você confere a seguir:

EB:  "Brasa" vem com esses elementos do trap e rap que, ao meu ver ,são elementos cada vez mais presentes na música pop, no mainstream. Você vê que estes elementos estão mesmo mais fortes hoje, falando em atingir mais gente, em especial na nossa música brasileira? Isto foi levado em conta na produção da música?
Jade: Esse som veio naturalmente porque eu gosto. Só posso falar do meu caso. Estes elementos estão em minha música porque gosto. Foto: Divulgação/Instagram 

EB:  A música teve uma grande repercussão principalmente no Spotify, mas também no YouTube. Vejo gente compartilhando toda hora no Facebook. Você contou no Twitter que ela foi negada por algumas rádios por não se encaixar no padrão pop brasileiro. Como foi isso?Você acha que isto aconteceu por causa de alguma coisa da música, ou por você não estar veiculada com nenhuma gravadora?
Jade: Não tenho nada contra as rádios, respeito muito o trabalho delas, imagino que não deve ser moleza, e quero muito que minhas músicas toquem nelas também. Mas o twitter existe para isso, pensamentos aleatórios, especialmente sobre coisas que te surpreendem no dia a dia. E me surpreendeu esse papo, repetido por 3 rádios em 2 dias, de que a minha música não poderia entrar na programação porque não se encaixava em um padrão de "POP BR". Teriam que mexer na música etc e tal.

Várias pessoas filosofaram sobre as rádios a partir do meu tweet, alguns com pensamentos muito negativos que não compartilho. Para mim, esse assunto é muito complexo e não me interessa tanto. Fiquei mais intrigada mesmo com essa definição de POP BR, porque para mim, The Weekend é tão Pop quanto Britney Spears e Ed Sheeran também. Achei engraçado, me surpreendi, tuitei e repercutiu.

Foto: Marcus França

EB: Qual o maior desafio que você enfrentou até chegar em "Brasa"?
Jade: Cada dia é um desafio diferente. Tenho só 18 anos e já tive que desviar de tanta coisa. Mas a vida é assim mesmo, é difícil, se fosse fácil ia ser chata. Sobrevivi até aqui fazendo o que amo e sendo eu mesma, e to muito feliz por isso. Quero mais desafios!

EB:  Soube que tem parceria internacional vindo por aí. O que você pode nos adiantar sobre isso?
Jade: Meu foco maior é no Brasil mesmo. A única internacional realmente encaminhada é com o Scoop Deville, que já produziu Kendrick Lamar, Snoop Dog. Já gravei a voz, fiz os meus primeiros versos em inglês, criei o texto e a melodia da minha parte, e ele gostou e já me mandou outras e eu disse: "calma Scoop, pô, sou só uma". Inclusive ele disse que vai disseminar “Brasa” lá em Los Angeles,  quero ver (risos).

EB: Você diz que “Brasa” é um hino ao desejo. O que você mais deseja hoje?
Jade: Cantar e tocar o coração das pessoas.




Comentários

  1. Só quero ver quando, ela estourar lá fora,o que eles vão falar...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Siga-nos no Facebook