Quatro álbuns clássicos de Odair José são relançados em formato digital



Odair José, pioneiro da ópera-rock no Brasil, tem agora quatro de seus álbuns de estúdio relançados em formato digital pela RCA. São eles: Odair José (1970), Meu Grande Amor (1972), O Filho de José e Maria (1977) e Coisas Simples (1978), lançados originalmente pela CBS. Odair é um dos músicos mais revolucionários da música nacional, e uma prova disso é o disco "O Filho de José e Maria", inspirado no livro “O Profeta”, do escritor líbano-americano Khalil Gibran. Sete anos antes desta pérola, Odair, que tinha apenas 19 anos, fugia de casa, na cidade de Morrinhos, interior de Goiás, para tentar a vida de músico no Rio de Janeiro. Com um violão em baixo do braço, foi atrás de produtores e técnicos que conhecia por constar na contracapa de LPs de músicos famosos.

Voltando à 77, Odair que já era popular pelos seus dois primeiros álbuns, tinha nome mencionado em jornal, em uma nota que explicava seu novo projeto. Será exigido traje a rigor para a estreia de ‘O Filho de José e Maria’ no [teatro] Carlos Gomes, conforme desejo de Odair José, que pretende contar com Mário Gomes e Nuno Leal Maia atuando como atores no espetáculo. Além de grande orquestra, Odair vai se apresentar acompanhado por um grupo de rock e contará com um corpo de baile para algumas passagens de sua ópera popular”.

O fato é que não só este, mas praticamente toda a discografia do cantor é usada como referência para músicos contemporâneos, e serve também, como inspiração à criatividade e originalidade. O mundo (virtual) ganha muito com a disponibilidade de tais álbuns, agora no streaming.


Comentários

Parceiro

Siga-nos no Facebook