Orquestra Petrobras Sinfônica mescla samba e música erudita em EP

Foto: Divulgação



"O Clássico é Samba", diz o novo trabalho da Orquestra Petrobras Sinfônica, lançado em diversas plataformas digitais pela Deckdisc no último dia 24. O EP traz releituras de vários sambas e entre elas temos "Coração Leviano", na versão de Teresa Cristina para música de Paulinho da Viola; "Fruto Prometido", do Sorriso Maroto; "Grades do Coração", do  Grupo Revelação e "Meu Lugar", canção de Arlindo Cruz que ganhou videoclipe.

O grupo que gravou o EP é uma formação reduzida constituída em 8 instrumentistas (quinteto de cordas, trompa, flauta e percussão). Completa, a orquestra conta com 80 músicos. O trabalho é lançado depois do sucesso de "Ventura Sinfônico", espetáculo que transformou "Ventura", disco lançado em 2003 pelos Los Hermanos, em um concerto erudito. A orquestra lançou também  no ano passado interpretações de grandes nomes do rock nacional, como Titãs, Ira! e Pitty, além do lançamento de "O Clássico é Pop", com músicas de Nando Reis, Falamansa e Roberta Campos.

Os sambas em releituras foram produzidos por Rafael Ramos com arranjos de Rafael Smith e direção artística de Isaac Karabtchevsky. O terceiro trabalho da OPES é mais um passo para a democratização da música erudita, tendo em visão já para um futuro breve o lançamento de "O Clássico é Reggae", também em parceira com a Deck, além de um concerto em homenagem a Michael Jackson.




Comentários

Parceiro

Siga-nos no Facebook